quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Biografia do Zeca do Trombone



José da Silva
15/8/1944 Rio de Janeiro, RJ
Instrumentista.

Nasceu no bairro de Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Estudou música com o maestro Rubem de Farias.

Filho de José Bezerra da Silva e Laura Soares da Silva.
Considerado pela crítica internacional como um dos melhores do mundo em trombone de pistão.

Participou de inúmeros discos com vários artistas da MPB, entre eles: Elizeth Cardoso, Carlos Dafé, Tim Maia, Beth Carvalho, Alcione, Martinho da Vila, Marlene, Wando, Milton Nascimento, Gonzaguinha, Ivan Lins, Araketu e Negritude Jr.

Com a cantora Marlene, participou do show "Praça Onze dos bambas", contracenando com a estrela em posição de destaque. O espetáculo foi escrito e dirigido por Ricardo Cravo Albin e percorreu todo o país através do "Projeto Pixinguinha".

No ano de 1977, gravou pelo selo Pirata o disco "Zeca do Trombone e Roberto Sax". No ano seguinte, lançou um compacto simples pela gravadora Top Tape.

Em 1980, pela gravadora Continental, gravou o LP "Rota do mar".

No ano de 1989, fez participação especial no disco "Gosto de festa", de Dominguinhos do Estácio.

Em 2000, juntamente com Carlos Dafé e Banda Malandro Dengoso, fez temporada na Gafieira Elite, no Rio de Janeiro. No ano seguinte lançou o CD "Gafieira".

Em 2005 foi um dos convidados da cantora Eliane Faria e do cantor belga Michel Tasky na homenagem ao bloco Bafo da Onça, que recebeu o trombonista no Bar Sacrilégio, na Lapa, centro boêmio do Rio de Janeiro.

Discografia
• (2001) Gafieira • Independente • CD
• (1980) Rota mar • Continental • LP
• (1978) Zeca do Trombone • Top Tape • Compacto simples
• (1977) Zeca do Trombone e Roberto Sax • Selo Pirata - São Paulo •

ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006.
AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008; 2ª ed. Esteio Editora, 2010.

2 comentários:

  1. Zeca do trombone é um excelente trombonista de pisto pena que optou por tocar música pop. Dentro da sua proposta de trabalho vai muito bem mesmo depoisque resolveu acrescentar aos seus shows a sua voz rouca. Se o Amstrong pode por que não ele? Vai fundo Zeca?

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo da Mauá. Neste ano comemoramos, ou seja, bebemoramos o nosso Jubileu de Ouro, junto com a Beca de Crioulos: Zeca,Inajá, Martiliano, Hélio da Conceição e Heleno. Não vou colocar os apelidos da época para turma não nos gozar quem quiser que pesquise. está na net.

    ResponderExcluir