sábado, 19 de março de 2011

Keith Jarrett em SP e RJ

Aclamado pianista se apresenta em abril na Sala São Paulo e no Teatro Municipal carioca

People Power By Ivone Santos



Estão à venda os ingressos para as duas apresentações que o maior e mais criativo e influente pianista de jazz de todos os tempos fará no Brasil, dias 6 e 9 de abril, na Sala São Paulo e no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, respectivamente.

Como adianta o título do espetáculo trazido ao país pela promotora DellArte, “An Evening of Solo Piano Improvisations” deverá brindar a plateia com o melhor da genialidade de Jarrett, indiscutível mestre do piano contemporâneo, que conjuga em sua peculiar interpretação técnicas de improvisação e digressões jazzísticas.


Keith Jarrett em 2003, ao vencer o Polar Music Prize (Foto Micael Engstrom/IBL)

Nascido em Allentown, Pensilvânia, em 8 de maio de 1945, o músico dos músicos de jazz é um dos pianistas mais influentes dos últimos 25 anos. Com um estilo musical peculiar e grande versatilidade, Jarrett possui uma maneira de tocar muito pessoal. Não é um intérprete conciso: ao contrário, é dado a longas digressões, e muitas de suas peças são improvisos livres, mesclando trechos de caráter erudito.

Na música de Jarrett podemos encontrar alguns elementos bem característicos: o artista gosta de explorar os desdobramentos de melodias simples, líricas e cantantes. Porém, o aspecto mais importante da sua música talvez seja seu modo de tocar, seu pensamento musical. Isso fica especialmente claro quando ele interpreta standards. É como se ele nos levasse a imaginar as notas subentendidas, as frases não articuladas, os caminhos não tomados.

As interpretações de Jarrett são temperadas por leves excentricidades cênicas. Ele tem, por exemplo, o costume de murmurar ou cantarolar enquanto toca. Ocasionalmente, também se levanta da banqueta para tocar de pé. No entanto, tais excentricidades ficam em segundo plano, nunca chegando a ofuscar o compromisso total de Jarrett com a música.

Serviço

São Paulo – 06 de abril de 2011
Sala São Paulo – 21h
Praça Júlio Prestes, 16 – Tel. 11 3367-9500
Ingressos: Disque Dell’Arte, tel. 11 4002-0019
E pelo site www.ingressorapido.com.br
Preços:
Plateia Central — R$ 400
Plateia Elevada — R$ 350
Balcão Mezanino — R$ 400
Coro — R$ 400
Camarote Mezanino I — R$ 400
strong>Camarote Mezanino II — R$ 350
Camarote Superior — R$ 200
Balcão Superior — R$ 350

Rio de Janeiro – 09 de abril de 2011
Teatro Municipal – 21h
Praça Marechal Floriano – Tel. (21) 2262-3501
Ingressos: Disque Dell’Arte, tels. 21 3235-8545 / 2568-8742
Preços:
Frisa e camarote — R$ 400
Plateia — R$ 400
Balcão nobre — R$ 400
Balcão superior — R$ 250
Galeria — R$ 120

2 comentários:

  1. Bemmm, vou entrar com um pedido de financiamento no BNDES para ver esse cabra...

    ResponderExcluir
  2. Vou ligar amanhã mesmo pra ver se pego uma galeria, se a calculadora deixar... Os solos dele juntam técnica e uma beleza impressionante, fora a capacidade de construir concertos que são verdadeiras improvisações sem um tema definido, fazendo a música ir flutuando em diferentes momentos. Gosto muito dele nos Standards (2 v.), junto com Gary Peacock e Jack Dejohnette, no Up for it, 2002, e principalmente no Changes (1983). Mas os solos são os que eu mais gosto (Köln, 1975, Staircase, 1976), vira e mexe eu volto a ouvi-los. Eu tinha o Hymns em LP, onde ele toca órgão, e que se perdeu há anos, mas até hoje tenho na memória seu começo solene e terno. Enfim, apesar do preço pra lá de salgado, vale a pena fazer uma força e, se der, ir ver. Espero poder ir... Valeu pela informação do show!!!!

    ResponderExcluir